Como fugir das perdições do coffee break?

Padrão

Quem trabalha e, por vezes, vive entre uma reunião e outra sabe que não é fácil resistir às tentações do coffee break. Pão de queijo, lanche com frios, bolo, doce e mais um monte de coisa com calorias de sobra, tudo pronto para ser devorado!

É fato que é duro se adaptar à rotina de uma dieta, mas também não é nada impossível. Mesmo porque, você não vai cometer um pecado capital caso se deixe levar por um pão de queijo ou um pedaço de bolo, mas o peso na consciência vai bater e vai te desanimar.

Para tentar diminuir esse problema, venho pensando em algumas dicas que podem nos salvar naquela hora de fome e mil opções calóricas na nossa frente. Vamos lá:

Barrinha de cereal
Além de compacta e barata, é uma ótima opção para as horas de emergência, sendo no trabalho ou em outra ocasião. A barrinha consegue saciar a fome, a vontade de comer doces e ainda ajuda a manter a forma. Mas atenção, o recomendado é consumir somente as barrinhas que tenham menos de 100 kcal!

Frutas
Elas não são nossas grandes amigas, não há como comparar um doce com uma fruta, mas o poder delas durante uma dieta é surreal! São alimentos ricos em nutrientes e vitaminas, que fazem um bem danado à saúde. E elas também cabem na bolsa – com os devidos cuidados, é claro!

Biscoito integral
Esses dias eu descobri que existe um Club Social Integral. Apesar de não gostar do biscoito, achei a ideia muito legal pra quem se preocupa com o peso. Poucas calorias e uma ótima opção de petisco.

Sementes oleaginosas
Apesar do nome complicado, esse grupo é bem conhecido! Ele é formado por castanhas, nozes e amêndoas, bem típicas nessa época do ano! Elas são calóricas, mas tem o poder de ativar o metabolismo, o que acelera a perda de peso. As oleaginosas também combatem doenças cardiovasculares!

Quais são as dicas de vocês para fugir do coffee break?

Quando fazer o papel de vítima é mais fácil

Padrão

Eu tive a ideia de criar esse blog porque eu sabia que o processo não seria fácil. Tendo um lugar como esse pra poder dividir o que eu tenho passado e que tanta gente se identifica é um estímulo pra continuar.

Eu sabia que não seria fácil. Mas não é mesmo. É bem difícil.

Ontem tive a primeira bad da dieta. Daquelas de querer desistir, de achar que o caminho é muito longo, e lento, lento, lento. Como eu queria poder acordar magra, piscar o olho e estar gostosa com um corpão.

Como a rapadura é doce e calórica, mas não é mole, a vida não é assim.

Ontem fui bombardeada por pensamentos automáticos de derrota, absolutismo. Como eu fiz anos de terapia, hoje consigo identificar esses pensamentos e entender que na realidade, as coisas não são bem assim.

Na última semana não emagreci nada, só mantive. Esse foi o começo do meu desespero. Depois, já arrasada, resolvi tomar um Frapuccino de Café no Starbucks, que nem preciso dizer, piorou meu estado de espírito.

Nessas horas os amigos que se importam com você fazem toda a diferença. Eles não te deixam desanimar e te lembram da sua determinação que está dentro de você.

Depois de muito lamentar meus quilos extras e o quanto é difícil emagrecer, resolvi deixar o papel de Maria do Bairro sofredora de lado, vestir a roupa de ginástica e gastar as calorias do Frapuccino na academia. E hoje acordei ótima, determinada e animada! Afinal, me fazer de vítima não gasta calorias, né não?

E vamos seguindo com calma, devagar e sempre! E que cada quilo perdido, seja quilo ELIMINADO da vida!

“The Road is long, we carry on. Try to have fun in the meantime”.

Se você pensa que cachaça é água…

Padrão

…Cachaça não é água não. Não só porque a cachaça vem do Alambique, mas também porque 100ml dela tem 231 calorias.

Quantas vezes eu já reduzi na comida, no doce, e não consegui emagrecer? Até que eu percebi que bebida alcoólica engorda! E MUITO!

E quanto mais eu converso com as pessoas sobre isso, mais vejo que a maioria não sabe do quanto uma dose de vodka pode destruir seu regime.

Então vamos lá. É hora do choque de realidade que tanto amamos!

Esqueça as caipirinhas, batidinhas, drinks lindos com nomes cativantes, porque esses eu nem vou colocar aqui. A bebida alcoólica pura é a realidade que quero apresentar.

As bebidas alcoólicas mais calóricas são: Vodka, Uísque e Rum, com 250 calorias em 100ml.

Em segundo lugar, vem Conhaque, Brandy, Aguardente e Tekila.

A cerveja é a menos calórica. Com 42 calorias em 100ml.

Mas, quem no mundo consegue tomar a cerveja sem comer o amendoim, o queijinho, a picanha suculenta, o salgadinho? Aí é que o bicho pega, meu filho!

Segue a tabela completa que achei no Terra:

Valor calórico por cada 100ml

Bebida Calorias
Aguardente 231
Brandy 245
Cerveja 42
Champanhe 76,4
Conhaque 249
Rum 250
Saquê 134
Sherry 100
Tequila 220
Vermute 120
Vinho branco doce 153
Vinho branco seco 66,3
Vinho rose 71
Vinho tinto 72
Vodca 250
Uísque 250

A doce vida sem doce

Padrão

Semana passada, eu estava de TPM e com uma vontade absurda de mergulhar numa piscina de Nutella com pedacinhos de morango. Mas, me mantive firme e forte e não me acabei no doce.

O post de hoje traz algumas dicas de como matar a vontade de comer doce. Mas, para cada pessoa isso funciona de uma forma diferente. Algumas coisas podem realmente fazer com que você pare de pensar na bomba de chocolate, mas pode ser também que nada resolva.

Eu tenho usado da seguinte fórmula: não me privar de nada (com consciência, LÓGICO). Mesmo porque não adianta nada você se segurar naquele momento e sucumbir mais tarde, comendo muito mais do que comeria se fosse só um pedacinho pra matar a vontade.

No meu caso, a vontade LOUCA INCONTROLÁVEL por doce vem quando estou ansiosa, triste, entediada. Então PARE TUDO JÁ!

Em primeiro lugar, tente identificar a raiz desse desejo incontrolável. Se for ansiedade por algum problema específico, meu bem, resolva seu problema. Nenhuma barra de chocolate do mundo vai resolver por você. E na verdade, ouso dizer que vai é piorar. Você vai sentir que fracassou, ficar numa bad, e a ansiedade vai piorar.

Depois de se acalmar e pensar um pouco, respire fundo, beba uma água, tente se distrair ou opte por um dos truques abaixo. Se nada disso resolver, coma um pedacinho de doce bem devagar.

O ideal é tentar evitar, né? Eu tenho percebido que quanto menos doce eu como, menos vontade me dá de comer (tirando a TPM).

Então, lá vão as dicas (mandem as suas pra gente também!):

Truques pra enganar a vontade de comer doce:

– gelatina – são tantos sabores! E é tão gostosinha e docinha, tem poucas calorias (a light, então, melhor ainda)! Além de que o colágeno é incrível pra pele!

– escovar os dentes logo depois das refeições (meu tio Maurício me mandou essa)

– chá de laranja – pra mim, um chá de frutas com adoçante reduz muito a vontade de comer doce.

– banana e maçã no forno – esse acho que é o melhor truque! Salpicar adoçante e canela na fruta e colocá-la no microondas! Fica uma delícia! Só não vale ter a ideia de comer com um sorvetinho de creme!

– mascar chiclete

– comer frutas secas

– tomar um refri light, diet, zero – não é a melhor opção, mas na hora do desespero… melhor mesmo é tomar um suquinho. Mas como não abro mão da minha Coca Light com Gelo e Limão, achei digno colocar essa dica.

Melhor amiga da água

Padrão

Você é daquelas que prefere o suco ou o refrigerante à água? Se sim, tem uma batalha séria a vencer pela frente. Já está mais do que comprovado que a água é nosso aliado número 1 quando o assunto é dieta e, principalmente, saúde.

Esse líquido quase milagroso é responsável pela eliminação das benditas toxinas, o que acelera a perda de peso. Além disso, a água também ajuda no bom funcionamento de praticamente todos os órgãos do corpo e – o melhor de tudo – age como hidratante para a pele.

A quantidade ideal que devemos beber por dia varia de 1,5L a 2L. Se você tem preguiça de levantar o tempo todo para pegar água seja lá onde for, arrume uma garrafa (que você saiba quanto de líquido cabe nela) e reponha a água quando acabar – se você tiver uma garrafa grande, isso vai acontecer com menos frequência. Foi assim que consegui me apegar à água – literalmente. Depois de um tempo você vai perceber que acaba virando um hábito comum, como se alimentar!

Ah, e não reclame pela quantidade de vezes que terá de ir ao banheiro, seu corpo estará eliminando as coisas ruins! A cor do xixi mostra se as coisas estão indo bem ou não, quando ele está mais amarelado é sinal que você precisa de mais líquido no corpo. Então, não perca tempo e se jogue na água!

Sabotagem alheia: run, Forest, run!

Padrão

Para tudo que a gente faz na vida, tudo mesmo, tem gente que apoia e tem gente que te desanima. Pode ser uma coisa ruim ou boa. Mas é engraçado pensar que se é uma coisa que vai te fazer bem e te deixar mais feliz, por que as pessoas que te querem bem tentariam te desanimar? Eu quero sempre partir do pressuposto que as pessoas não fazem isso por maldade.

Com regime, dieta, reeducação alimentar, ou o nome que você quiser dar, acontece a mesma coisa. Alguns dos seus amigos vão comprar a briga com você.

Aqui no trabalho, por exemplo, temos um lanche semanal. É sempre um doce e um salgado. Eu já estava decidida a emagrecer e, num momento de descontrole, resolvi comer um pedaço de bolo. A Mayra, que está aqui no blog comigo, deu um grito comigo. “Não, Camila!”. Na hora, larguei o bolo, P da vida com ela. Mas depois, foi a melhor coisa que ela poderia ter feito por mim. Ela sabia o quanto aquele pedacinho de bolo ia ter um gosto amargo de culpa.

Aí também entra uma primeira lição: a determinação tem que ser sua, e você não pode envolver os outros. Mesmo porque na hora que você decidir que vai comer o bolo mesmo, não precisa que alguém controle a sua vida. A partir do momento que você decide POR VOCÊ, tanto faz alguém ajudar a te controlar ou não.

Mas, infelizmente, tem também um outro lado de apoio. É aquele apoio do “ah, come! Um pedacinho não faz a diferença!”. É o diabinho dentro da sua cabeça encontrando aliados pra te fazer cair na tentação, e depois te deixar arrependida. E não tem jeito! Vai ter avó dizendo: “fiz com tanto carinho! Se você não comer, vou ficar triste”, amiga com dó por você não poder comer a sobremesa, ou aquele carinha que vai ridicularizar a sua atitude… e o que dá pra fazer? Ficar invisível, não dá. Dá pra dizer: não, obrigada.

Mas isso ficou na minha cabeça sabe? E bati um papo com a minha psicóloga, Janaína Machado, pra tentar entender o motivo de pessoas que são de fato amigos ou familiares que te querem bem, tentarem te desanimar no seu objetivo.

O que ela me disse é que há vários motivos para as sabotagens alheias. Muitos, a gente nunca vai saber.  Mas basicamente, há os que, de fato, tem inveja e querem sabotar, mas também há aqueles que se sentem ameaçados na própria zona de conforto, ou seja, “se ela conseguir, eu não terei mais desculpas… vou ter que conseguir também!”. E se o resultado for um fracasso, o outro continua na posição de conforto: “Eu sabia, não adianta se esforçar, não dá resultado”.

Então a lição maior de todas hoje é gastar energia apenas com o que É controlável: O SEU COMPORTAMENTO!

Muita fome na TPM

Padrão

Chegou aquela época do mês em que eu fico simpática, de bem com a vida, sorridente, quero conversar com todo mundo, não caibo em mim de tanta alegria de viver! Sim, se você pegar tudo isso, virar do avesso e duplicar, vai entender que eu estou de TPM.

Aí tem sempre aquelas pessoas que dizem que é frescura, que isso não existe. Frescura my ass! Estou menos paciente, mais irritada, mais emotiva, e com uma fome de leão! Muita fome mesmo! Poderia devorar um boi e a Fantástica Fábrica de Chocolate com o Willy Wonka junto!

Mas, como eu sou uma pessoa fina e altamente controlada (aham), resolvi dividir o meu problema com vocês ao invés de sair nadando no pote de sorvete.

Fui pesquisar e encontrei uma matéria da Revista Shape que diz que uma pesquisa publicada no International Journal of Obesity, revelou que as mulheres consomem de 90 a 500 calorias a mais por dia durante este período.

Segundo a especialista Ixchel Brennan, do Hospital Royal Adelaide, na Austrália, o estômago esvazia 25% mais rápido por conta do aumento de progesterona. Logo, devoramos tudo que aparece na nossa frente.

Ontem no jantar, senti exatamente isso. Terminei de comer um prato bem servido, mas era como se tivesse um buraco no meu estômago.

E sabe o que eu fiz?

Me acabei no brócolis!

Juro!rs Nem eu acredito!

E ainda me dei ao luxo de comer uma fruta depois! E o melhor detalhe é que tinha o meu sorvete preferido no congelador. Toma essa, Häagen-Dazs!